Quando o amor vence o odio


Na Rússia czarista, antes da Primeira Guerra Mundial e da revolução que derrubou a nobreza, certos de que a vida não termina com a morte do corpo, os principais personagens de Quando o amor vence o ódio convivem com aparições de espíritos sofredores – e obsessores – bem como com anjos guardiões, espíritos familiares que os protegem.

Comentários