Seminário Intercrenças - Ciência, Espiritualidade e Saúde - Um encontro possível?

Até recentemente, médicos e pesquisadores evitaram estudar as relações entre religião e saúde. Crenças e práticas religiosas eram tidas como subjetivas, de pouca relevância, e seu benefício, se havia algum, era não quantificável. Em decorrência disso, a grande maioria dos profissionais da saúde ignora as necessidades religiosas e espirituais dos pacientes.

No entanto, algumas mudanças têm ocorrido. Os médicos têm se dado conta com crescente freqüência da importância dos sentimentos religiosos para os pacientes no momento da doença, e tem havido um grande aumento das pesquisas na área. Até o ano 2000, foram realizados mais de 12200 trabalhos científicos relevantes nessa área.

O tema é relevante, já que uma elevada porção da população é religiosa. Nos Estados Unidos, 96% acreditam em Deus, 90% rezam, 70% são membros de igrejas, e 40% comparecem semanalmente a serviços religiosos. No Brasil, embora os dados sejam menos detalhados, o censo do IBGE 2000 detectou que existem mais de 157 milhões de pessoas que exercem uma denominação religiosa, perfazendo cerca de 90% da população.

Assuntos interessantes que serão tratados no Seminário Intercrenças - Ciência, Espiritualidade e Saúde - Um encontro possível?  no dia 14 de setembro/2012 - 8h30 a 12h30 no Teatro do Bourbon Country,
Rua Túlio de Rose, n° 80, Bairro Passo da Areia, Porto Alegre - RS com Entrada Franca. A coordenação do evento é do Médico Cardiologista Dr. Fernando Lucchese e com o convidado internacional Dr. Harold Koenig.

Maiores detalhes (e programação completa)  no site do evento  Espiritualidade e Saúde 



Comentários

  1. Dirceu RIbeiro11:27 AM

    Bom dia.
    Estive no evento mas não pude adentrar no teatro pois o mesmo se encontrava com lotação completa. Isso por volta das 08:10hs. Espero que a administração faça uma nova edição e em recinto com maior números de acomodação, ou então que antecipadamente, distribua convites. Muitas pessoas na fila reclamaram,. inclusive pessoas que vieram do interior e das praias do RS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dirceu,

      Creio que esta lotação é devida a interesse cada vez maior sobre o assunto, não sei a administração do evento esperava um grande público. Tomara que na próxima vez seja feito em local que possa atender esta demanda.

      Abraço e obrigado pelo comentário

      Excluir

Postar um comentário