Espiritismo e Previsões Futuristas


Cada início de ano o fato se repete. Alguns integrantes de entidades espiritualistas - que merecem todo nosso respeito - utilizando o nome do Espiritismo aventuram-se a fazer previsões para o futuro. Aqui vale um lembrete: todo espírita é espiritualista, mas nem todo espiritualista é espírita; e as previsões devem ser muito bem analisadas sob crivo da razão.

O termo Espiritismo é frequentemente utilizado de forma equivocada para designar fatos mediúnicos (comunicação com espíritos) ou confundido com cultos afro-brasileiros espiritualistas. Para que uma casa religiosa seja considerada Espírita, ela precisa seguir os ensinamentos contidos nas Obras Básicas da Doutrina Espírita.

Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal. No aspecto filosófico, preocupa-se com os problemas do homem, suas dúvidas e questionamentos, sua condição de ser eterno em busca da Divindade, através das múltiplas existências físicas. Como religião, atenta para as conseqüências morais do ensino científico-filosófico, buscando, na ética pregada por Jesus, os elementos que deverão orientar a conduta do homem. O Espiritismo não é uma religião estruturada através de sacramentos, dogmas e classes sacerdotais, mitos, crendices, altares, imagens, andores, velas, procissões, vestimentas e cores, bebidas alcoólicas, incensos, talismãs e amuletos, horóscopos, cartomancia, pirâmides, cristais ou quaisquer outros objetos, nem rituais. Cabe ressaltar que não há espiritismo de mesa branca, alto espiritismo e outros similares.

E o que dizer então das previsões para o futuro? Tomemos como exemplo os meteorologista e analistas financeiros. Apesar de todo o aparato tecnológico e científico, especialidade nas respectivas áreas, nenhum deles se arrisca a afirmar com total certeza, a concretização dos fatos. Utilizam modelos probabilísticos.

Baseados no fato que fomos criados por Deus, dotados de livre-arbítrio, dá para percebermos que se fosse adotado um modelo de previsão para nossa vida, seria o probabilístico, uma vez que podemos escolher nossos caminhos.

Questionados os Espíritos Superiores, se o futuro pode ser revelado ao homem, eis a resposta: "em princípio, o futuro lhe é oculto e só em casos raros e excepcionais, permite Deus que seja revelado." E explicam: "Se o homem conhecesse o futuro, negligenciaria do presente e não obraria com a liberdade com que o faz, porque o dominaria a idéia de que, se uma coisa tem que acontecer, inútil será ocupar-se com ela, ou então procuraria impedir a que acontecesse (....)."

Portanto, caro leitor, os Espíritos são enfáticos ao afirmar que se deve desconfiar de todas as previsões que não tiverem um fim de utilidade geral e que as individuais podem quase sempre ser desconsideradas.

Compartilhe no Google Plus

Sobre o autor: Geraldo V Laps

0 Comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *