Treinamento para o perdão

A fim de colimares a excelência do perdão aos que te ofendem, mister te adestres mediante antecipados critérios e exercícios contínuos. Habitua-te a iniciar o dia com a mente ligada ao Senhor, através dos fios invisíveis e poderosos da oração. Não te descuides de ler uma página mensageira de otimismo, capaz de produzir júbilo no teu mundo íntimo. Reprime as observações menos dignas, as apreciações fúteis, as referências deprimentes e maliciosas. Estimula a conversação edificante e quando não possas faze-lo, reserva-te silêncio discreto, propiciatório a reflexões salutares. Todo labor para alcançar êxito impõe a necessidade de uma técnica própria, de uma diretriz segura. Indispensável exercitar-te mentalmente para o cometimento do perdão, a que estás chamado a cada instante. Treina, então, a paciência, disciplinando a vontade e aprimorando a indulgência. Não te permitas autocomiseração ou personalismo prejudicial. Cada ser é o que constrói interiormente.


A vida sempre devolve o que recebe. Tem cuidado. O acusador gratuito e o perseguidor sistemático podem converter-se, sem que o saibam, em benfeitores valiosos. Aproveita-os. Temperamentos e caracteres humanos há que produzem mais e melhor, quando fiscalizados ou submetidos a rigoroso controle. Quem conhece a verdade, sempre consegue lograr benefícios em todas as situações, se desejar agir com acerto.

Olha em derredor: . a primavera perfumada pode ser considerada como o perdão da Natureza ao rigor hibernal;

. o grão perdoa a terra que o esmaga, arrebentando-se em flor e fruto;

. o trigo agradece à mó que o tritura, transformando-se em pão. . .



Apura os sentidos e perceberás as respostas de Nosso Pai, através de convites ao amor, à beleza, à harmonia. Integra-te no concerto de Suas bênçãos e quando fores visitado pelo sofrimento que alguém te imponha por qualquer razão, com facilidade perdoarás.

Joanna de Ângelis, psicografado por Divaldo Franco, Celeiro de Bênçãos, Editora LEAL



Comentários