Conhece a ti mesmo

A sábia recomendação conhece-te a ti mesmo, é o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal. Como toda importante conquista, há um longo caminho a ser percorrido.

O Espírito Santo Agostinho em O Livro dos Espíritos orienta: "Fazei o que eu fazia, quando vivi na Terra: ao fim do dia interrogava a minha consciência, passava revista ao que fizera e perguntava a mim mesmo se não faltara a algum dever, se ninguém tivera motivo para de mim se queixar. Foi assim que cheguei a me conhecer e a ver o que em mim precisava de reforma".

E se Deus nos chamasse neste momento, temeríamos o olhar de alguém ao entrar de novo no mundo dos Espíritos, onde nada pode ser ocultado?

Seguindo com suas orientações, Santo Agostinho diz que examinemos o que fizemos contra Deus, depois contra nosso próximo e, por fim, contra nós mesmos. As respostas nos darão, ou descanso para nossa consciência, ou a indicação para um mal que precise ser curado.

Geralmente as pessoas são hábeis em condenar os outros e atenuar as próprias faltas, utilizando a ilusão do amor-próprio. Levando-se em conta isso, talvez se torne mais difícil o próprio julgamento através da auto-análise. Mas, na sua sabedoria, Santo Agostinho diz que há um meio de verificação com o qual não poderemos nos iludir. Quando estivermos indecisos sobre o valor de uma das nossas ações, perguntemo-nos como a qualificaríamos se praticada por outra pessoa. Procuremos também saber o que dela pensam nossos semelhantes. Importante também não desprezar a opinião dos nossos inimigos, uma vez que esses não têm interesse em mascarar a verdade. Deus muitas vezes os coloca ao nosso lado como um espelho, a fim de que sejamos advertidos com mais franqueza do que faria um amigo.

Continua Santo Agostinho: "Formulai, pois, de vós para convosco, questões nítidas e precisas e não temais multiplicá-las. Justo é que se gastem alguns minutos para conquistar uma felicidade eterna". Se trabalhamos todos os dias para adquirir bens que nos garantam repouso na velhice, valerá a pena esse outro esforço. "(...) Sei haver muitos que dizem ser positivo o presente e incerto o futuro. Ora, esta exatamente a idéia que estamos encarregados de eliminar do vosso íntimo, visto que desejarmos fazer com que compreendais esse futuro, de modo a não restar nenhuma dúvida em vossa alma".

Muitas faltas cometemos e várias dessas passam despercebidas. Seguindo os conselhos de Santo Agostinho, teremos a capacidade de verificar quantas vezes falimos, sem que disso suspeitássemos. Somente o conhecimento de si mesmo é a chave do progresso individual.

Comentários