O Brasil é o maior país espírita do mundo

São 20 milhões de adeptos declarados como seguidores da Doutrina Espírita, sem contar aqueles que consideram o Espiritismo como sua segunda religião, freqüentando centros espíritas esporadicamente, etc. Esse número representa um crescimento de mais de 40% entre os dois últimos censos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).E esse número continua crescendo, principalmente nas classes mais altas da sociedade. Segundo dados do IBGE divulgados pela revista semanal Época, a renda dos espíritas é 150% superior à média nacional e 77% têm entre 8 e 15 anos de escolaridade. O alto número de adeptos dessas classes pode ser verificado na Internet. Em sites de relacionamento e grupos de discussão na rede, os de tema espírita ou ligados de alguma forma ao Espiritismo já existem grande número e com grande participação dos internautas. Na maior rede de relacionamentos do mundo, o orkut, encontramos uma série de comunidades sobre doutrina codificada por Allan Kardec. Em uma rápida busca pelas comunidades existentes, encontra-se, com a palavra “Espiritismo”, mais de 430 comunidades (quase 200 originárias no Brasil). A maior delas tem mais de 210 mil participantes. Dentro da palavra-chave “Espiritismo”, os temas das comunidades variam, com combinações com Caridade, Medicina, Filosofia, entre outros, inclusive com aquelas que são contra o Espiritismo, que são bem poucas. Ainda no orkut, é possível encontrar comunidades com a palavra-chave “Espírita”, que apresenta mais 920 opções, “Chico Xavier”, que são mais de 150; e “Allan Kardec”, com mais de 80, mas essas não são tão numerosas quanto as apresentadas com a palavra “Espiritismo”. Eventos bem exploradosOriginalmente, as comunidades do orkut têm como função reunir pessoas afins sobre um determinado tema e propiciar um espaço para que elas possam discutir e trocar informações sobre esse tema. Mas o que verifica, na maioria, são pedidos de ajuda, de orações e uma série de questionamentos que, muitas vezes, ficam sem respostas concretas, caindo na superficialidade. As comunidades também servem como aviso de palestras, cursos e eventos sobre a área da comunidade. Essa parte é bem explorada, pois grande parte das comunidades oferece grande número de informações sobre palestras e eventos relacionados ao Espiritismo. Numa proposta parecida, os grandes portais como Google e Yahoo oferecem grupos de discussão sobre inúmeros temas. E o Espiritismo está novamente presente. O Google Brasil possui cerca de mil grupos sobre o tema. Desses, pouco mais de 560 permanecem ativos e com atividade média, ou seja, os participantes trocam mensagens semanalmente ou diariamente. Os outros permanecem ativos, mas com baixa atividade ou troca de informações. No Yahoo Brasil são cerca de 400 grupos, com 70% deles em atividade média, com troca de mensagens semanal ou diária. Assim como no orkut, os grupos de discussão não aprofundam os temas. Apesar de serem minoria, é possível encontrar comunidades no orkut e grupos de discussão nos portais que são construtivos e realmente oferecem informações corretas e estudadas sobre os temas, fugindo dos “achismos” generalizantes. O mais importante é que o internauta analise o conteúdo já postado nas comunidades para checar sua validade.
Divulgar acima de tudo
Alkíndar de Oliveira, especialista em treinamentos e consultorias empresariais na área comportamental, que ministra, no meio espírita, seminários com o objetivo de transmitir aos adeptos da Doutrina a conjugação dos seus estudos doutrinários com sua vivência na área de treinamento profissional, considera que a divulgação do Espiritismo deve ir além das paredes do centro espírita: “Lembro-me quando um amigo espírita alertou-me dizendo que ‘nós, espíritas, estamos falando para nós mesmos’. Na ausência de nossa atuação eficaz na divulgação espírita aos não-espíritas, a espiritualidade toma a iniciativa de fazer sua parte. Por exemplo: induz não-espíritas a produzir sérias reportagens em entrevistas de grande circulação como Época e Isto É; a produzir novelas com cunho espírita no canal de maior audiência do País (TV Globo); a produzir filmes sobre temas espíritas, com sucesso mundial, vindos do país com maior capacidade técnica e diretiva de filmagens (os Estados Unidos). A espiritualidade está atuando”, afirma. Em Obras Póstumas, Kardec orienta: “Dois elementos devem concorrer para o progresso do Espiritismo; estes são: o estabelecimento teórico da Doutrina e os meios para popularizá-la”. Por isso as comunidades no orkut e os grupos de discussão na Internet são importantes. Apesar de não aprofundarem conhecimentos, divulgam o tema Espírita, explicam seus conceitos básicos e mostram ao público as diferenças de outras crenças, com a Umbanda, por exemplo. O sucesso que foi o programa Pinga-Fogo, realizado com Chico Xavier na década de 70, pela extinta TV Tupi, o trabalho de divulgação da Doutrina de modo geral, com os livros do médium, seu atendimento ao público e a prática incansável da caridade, coadjuvados pela mídia espírita, e mais ainda, auxiliados pela internet, permitem às pessoas, em geral, conhecerem e diferenciarem o Espiritismo das outras crenças, que tão comumente são generalizadas.
Os números na mídia:
• São cerca de 10 programas de tevê com conteúdo espírita, a maioria em canais fechados
• Cerca de 20 Portais espíritas na Internet
• Cerca de 100 publicações espíritas entre jornais e revistas
• Na internet, duas TVs com programação exclusivamente espírita já oferecem seu conteúdo. São elas: www.tvcei.com e www.tvmundomaior.com.br
Fonte: Jornal - Folha Espírita
Por: Fabiana Ganci e Walther Graciano JúniorSetembro de 2006
Compartilhe no Google Plus

Sobre o autor: Geraldo V Laps

0 Comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *